terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

"País civilizado"

Não me lembro de falar dedicar algum post a uma obra arquitetônica em particular aqui no blog, mas até pretendo fazê-lo de vez em quando.


No momento, estou dividido entre fazer um doutorado sobre histórias em quadrinhos ou fazer um doutorado sobre narratividade do espaço expositivo contemporâneo.

Nesse meio, não deixa de ser engraçado eu topar com isto: o Museu Hergé, na Bélgica, projetado pelo arquiteto-estrela francês Christian de Portzamparc.



[herge_museum_cdp0208_5.jpg]
Hergé, criador do personagem Tintin, é meio que O quadrinhista Belga de todos os tempos, e foi de longe um dos mais famosos e influentes do mundo. Ainda assim, me é suepreendente um museu contemporâneo de 15 milhões de euros em Bruxelas, feito por um arquiteto-estrela, todo dedicado a um ÚNICO autor de quadrinhos.

Isso porque não temos qualquer paralelo possível com isso no Brasil. Pra se ter uma idéia, seria como se chamassem o Álvaro Siza (arquiteto-estrela português) pra para projetar não o nosso mundialmente famoso e recente Museu da Fundação Iberê Camargo, mas um, digamos, "Museu Ziraldo".

interior herge museum in belgium Hergé Museum in Belgium by Atelier Christian de Portzamparc

fullcolour interior design Hergé Museum in Belgium by Atelier Christian de Portzamparc

interior belgian building by atelier christian de portzamparc Hergé Museum in Belgium by Atelier Christian de Portzamparc

Aqui no Brasil, consigo imaginar pouco mais do que uma Gibiteca Henfil com ar condicionado.

Mas bem: Bruxelas já tinha o Centre Belge de la Bande Dessinée, então talvez a iniciativa não surpreenda tanto...

É muita civilização, mesmo. (e muito dinheiro)

Mais a respeito:

3 comentários:

Marcílio - o gêmeo malvado disse...

Enquanto isso, na sala de justiça...

descobri que ontem foi o último dia de funcionamento do Parque da Mônica, no Shopping Eldorado...rsrsrs!!!

Alberto disse...

falando em belgas, ce viu o site do JDS Architects? tem o link no meu nome aqui, e acho que vai na linha daquela sua pesquisa...fizerma varios proejtos junto com o big, alias.

Gabriel disse...

Alberto, é engraçado você citar eles agora, pois ontem mesmo eu estava "surfando" a esmo na net e dei de cara com o site do JDS!

Eu já tinha ouvido falar deles antes de começar minha pesquisa, mas tinha esquecido completamente e só fui lembrar vendo o site. Se não me engano, antes eles e o BIG eram um escritório só, que se dividiu em dois. O site deles tem um estilão parecidíssimo com o do BIG -- retórica parecida, mesmo tipo de apresentação passo-a-passo com diagramas de transformação da forma, um gosto por gradações e topologias...

Anyway, valeu a dica! Já está "arquivado" aqui entre meus objetos de estudo.