sábado, 27 de dezembro de 2008

Sobre a infância

Abaixo, a parte final da HQ curta em que o quadrinhista Art Spiegelman e o ilustrador de livros infantis Maurice Sendak retratam uma conversa que tiveram sobre a infância. O trecho foi pinçado da antologia From Maus to now to Maus to now, lançada no Brasil como parte de uma exposição sobre Spiegelman no Centro Cultural Banco do Brasil.

Quem fala aqui é Sendak.
A tradução e letreiramento em português são meus.


Bookmark and Share

3 comentários:

AlexRene disse...

Lembro de muitas coisas ruins que eu sabia durante a infânca e que realmente não podia deixar que os adultos soubessem. São segredos de parentes, são verdades que eu enxergava mas já sabia que pensar nelas ou dizê-las era um pecado... Quando crianças não nos adaptamos as hipocrisias que mantém muita gente de pé e muitas vezes passamos por preconceituosas por reagirmos a um pensamento pre-determinado pelos adultos... Cara, só os quadrinhos (ou Spiegelman, neste caso) para atingir algo tão pessoal e comum a cada um de nós... eu não me sinto nostálgico quando falam de aquaplay...

Este post está maravilhoso. Abraços!!

Gaburieru Girunossu disse...

Obrigado, Alex!

Nunca fui lá muito perceptivo quando criança (minha irmã era bem mais) mas sempre me sinto incomodado com a visão de infância cor-de-rosa coroada pela desmemória das pessoas adultas. E gosto quando aparece alguém -- como sendak e Spiegelman -- que leva o assunto mais a sério.

O quadrinho que vinha antes desse trecho que mostrei tinha Spiegelman dizendo "eu quero proteger meus filhos!", com Sendak respondendo: "Art, você não pode protegê-los -- crianças sabem tudo."

Apareça sempre que der!
Abraço.

super disse...

&__&