segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Macaco Lazarento


Rupornis magnrostres (vulgo gavião carijó) na cozinha


Já faz uma semana.
Este pequeno e belíssimo gavião foi cuidadosamente pego por meu pai e sua esposa. Cuidado carinhosamente, fotografado e depois passado para pesquisadores do Cesumar (nenhum veterinário fazia idéia de como tratar o bicho ou mesmo de qual espécie seria).
Foi encontrado no quintal com a asa ferida por um tiro de -- provavelmente -- uma espingarda de pressão dos vizinhos maringaenses superbacanas.

Bicho ruim, nóis.


Bookmark and Share


 

3 comentários:

Marcelo disse...

Cazzo!

São uns imbecis mesmo...fico imaginando o idiota atirando, vendo o bicho caindo, sem a menor preocupação com o que aconteceria depois e rindo e comemorando com seus amigos imbecis.

G; disse...

Meu pai tem outra suspeita: de que eles atiraram porque têm passarinhos engaiolados e estariam com medo de que o gavião estivesse de olho. Detalhe: passarinhos de espécies que não poderiam ser engaioladas legalmente...

Marcelo disse...

Pode ser...nesse caso os caras são mais estúpidos ainda, se estão mantendo espécies ilegais.

Agora, atirar por isso se justifica, afinal, todo mundo sabe que gaviões abrem gaiolas, não?

Chumbo neles!!